Perdoai, eu preciso ser outros... Preciso ser eu mesmo... Preciso ser História!

terça-feira, 11 de novembro de 2014


"A maior riqueza do homem
é a sua incompletude.
Nesse ponto sou abastado.
Palavras que me aceitam como
sou - eu não aceito.
Não aguento ser apenas um sujeito que abre
portas, que puxa válvulas,
que olha o relógio, que
compra pão às 6 horas da tarde,
que vai lá fora,
que aponta lápis,
que vê a uva etc. etc.
Perdoai
Mas eu preciso ser Outros.
Eu penso renovar o homem
usando borboletas."
Manoel de Barros


E eis que me lanço num voo ousado, novo. Morrendo de medo, me arrisquei.  

Foi intenso. A  ideia de ter de abandonar tudo o que me é caro, enquanto pensamentos,  conceitos,  ideais, berou a insanidade.

Mas, mesmo assim , me arrisquei! 

Passei por todas as etapas da perda: negação,  raiva, negociação,  depressão,  e, por fim, a aceitação. Foi debilitante.

Mas finalmente aceitei. 

E quando  ocorreu, percebi que nada disso era necessário,  ou melhor, era sim! Mais do que nunca,  era!

Precisava passar por esse processo para reaprender que a minha escolha, minha primeira escolha, era de fato a certa. 

Isso não foi apenas um processo de construção,  veio a mim em forma de revelação. 

De repente, ela estava lá,  me sorrindo, com cara de quem diz: "Tem certeza de que não faço parte de tudo isso? Tem coragem de me renegar nesse momento?" 

E ali eu percebi, tudo que faço é  a partir do que ela me fornecesse, do alimento com que ela me nutre.

Durante a caminhada, embora todo o esforço que fiz para encontrar respostas em outros lugares, não bastou. No momento em que tive que tomar partido, foi nela que encontrei respaldo e então,   somente então,  pude me refazer, me reconstruir,  me encontrar! Novamente! Totalmente! 

Agora,  me resta aguardar. 

Meu risco deixou de ser um calculado para tornar-se um extremo. Porém, em poucas situações me senti tão plena e confiante.  

O resultado?  Só o tempo dirá,  mas daqui uns dias espero gritar aos quatro cantos meu êxito. 

Beijocas

P.S.1: Não me separei, não estou grávida,  nem nada do tipo. Tudo está ótimo,  como se espera e se torce para que seja. Minha viagem é outra, apenas me reencontrando com a História. 

7 comentários:

Creuza Moura postou o comentário de número:

Muda que seu mundo muda!
Então , boa sorte nesta nova
estrada. Que vc seja luz para quem te encontrar e seja igialmente iluminadabpelos qur caminham com você. Estou do lado de ca na torcida organizada pelo teu sucesso.
Um abraço

✿ chica postou o comentário de número:

Que legal e já na torcida pra que tenhas o maios sucesso nessa nova fase! bjs, tuuuuuuudo de bom,chica

Lauisa Nogueira postou o comentário de número:

Desejo sucesso na nossa caminhada..beijus..kkkkk amei o PS...explicou tudoooo

Lia Gloria postou o comentário de número:

Nossa, fiz várias reflexões, mas não passou pela minha cabeça que algo injusto ou inaceitável tivesse te acontecido rs
Repensei meus atos e ações dos últimos dias. Passei por vários testes de sanidade, posso dizer assim. Tive que rever amizades, reformular conceitos, e fazer opções duras. E quando pensei que não sairia da angústia, eis que me livrei de todo o mal, amém rs
E sinto-me renovada, abastecida de uma nova Lia, com novas possibilidades. Eu também preciso ser 'outros'.

Sucesso com os 'teus outros'!

bjs

Tuca postou o comentário de número:

Cissa, o que quer que tenha sido a sua escolha, se foi feita de coração e pé no chão, mas bah tche, te dou o maior apoio, e te desejo muuuuito sucesso e conquistas nesta estrada, seja ela nova, velha ou usada. Bjs, bjs.
Tuca.

Coluna da Mi postou o comentário de número:

Oi Cissa, existem momentos na vida da gente que a própria vida te coloca contra a parede: É TUDO OU NADA!
Eu passei por duas experiências assim este ano, uma foi traumática por não ter partido de mim e foi muito dura, a outra, que partiu de mim, eu não me arrependo nem um pouco. Passei por uma metamorfose da qual, sendo aceita ou não, o importante é que eu fiz o que achei que era certo.
E espero que sinta o mesmo que eu senti.
Beijos e bom fim de semana.
Já estou te seguindo.

http://colunadami.blogspot.com.br

Elaine Canha postou o comentário de número:

Tem horas que penso em me reencontrar com a história, mas me falta motivação e tempo, além do cansaço de trabalhar e cuidar da casa e de Helena. Nem mesmo reencontrar os amigos daquele tempo eu consigo. Sinto saudades das apresentações, dos congressos e da rotina. Espero um dia poder voltar.

Você co
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...