Meu primeiro contato com a dieta Atkins

quarta-feira, 6 de fevereiro de 2013

 

Meu primeiro contato com a Dieta Revolucionária do Dr. Atkins foi há uns 20 anos. Meu sogro durante anos fez a dieta, adotou como forma de vida e se manteve sempre com a saúde perfeita.

Para meu casamento, Mestre Branco embarcou com tudo na dieta e perdeu mais de 30 quilos,  enquanto meu pai, também o fez e perdeu mais de 20 quilos.

Eu, que na época não precisava, mas que como toda a noiva achava que estar perfeita no casamento é uma obrigação, tentei.

Consegui me manter na dieta umas 6 horas, no final de expediente lembro que saí correndo para o supermercado, joguei tudo o que podia dentro do carrinho de compras e sentei no cordão da calçada comendo chocolate como se não houvesse amanhã. Entrei numa crise de abstinência após poucas horas e quase surtei. Como não tinha nenhuma necessidade aparente de fazer a dieta, nem pensei mais no assunto.

423670_3636443589759_2001183715_n

Nessa foto, em 1996, Mestre Branco magérrimo e eu com 54 quilos, meu peso ideal. Mesmo magra, sempre tive bração, cara de bolacha maria  e seios enormes (meu sutiã era 56)

 

600058_3442334017141_344925428_n

Aqui ele antes da dieta, prefiro ele assim, mais cheinho, rsrs.

 

De lá para cá, Mestre Branco sempre aderia a dieta toda vez que precisava perder peso. Confesso que sempre detestei esses períodos, porque junto com a dieta vinha um mau humor do cão. Para mim era sempre momentos de estresse, por conta do ogro em que ele se transformava.

Uma coisa importante a cerca disso tudo, Mestre Branco fazia a dieta não para criar novos hábitos alimentares, mas sim para perder peso. Ele  não sabe comer, comete excessos estrondosos, não tem limites alimentares e sua única questão é perder peso para depois poder ganhar tudo novamente, comendo.

A dieta do Dr. Atkins passou por novas avaliações e com isso uma versão nova surgiu. Pelo que andei lendo, pouca coisa mudou, creio que é mais uma jogada de mercado e uma readaptação a novos conceitos disponíveis hoje em dia que não estavam presentes na década de 70, quando foi lançada.

Nesse um mês de dieta ficou claro que a dieta ensina a comer, mesmo comendo a vontade, depois de alguns dias, o organismo pede somente o que precisa. Nosso grande inimigo é a gula e os hábitos nocivos. Você não precisa de um chocolate, mas sonha com ele a cada minuto.

Durante a primeira semana, sonhava com pães e doces. Qualquer coisa fora da dieta foi escondida de mim, não por não conseguir lidar com isso acordada, mas pelo fato de ser sonâmbula e sair em busca de alimentos durante o sono.

Não vou dizer que tudo é uma maravilha, pelo contrário, é difícil, mas é a única coisa viável para mim no momento. 

Nesse curto período,  aprendi que algumas coisas são fundamentais para o êxito no processo:

1º Ter claro que você fará a dieta por questões de saúde e não pela perda de peso;

2º Ter muita criatividade para enfrentar os desafios dos primeiros dias; preparar seus próprios alimentos, sem preguiça e buscando o sabor e a beleza dos alimentos;

3º Encarar a dieta como um projeto de vida, para sempre, sem pesos, sem perdas e sem tentações;

Continua…

 

 

6 comentários:

Deusa postou o comentário de número:

Oi amore

Quero muito fazer,adoro uma dieta...Adoro...kkkk,Nunca consegui cumprir nenhuma,mas quem sabe ne? Eu não ligo muito em deixar pão ou carne ou coisas do tipo,o meu problema e que como você sabe,quando se tem criança em casa e dificil cumprir uma dieta(pra mim),eu acabo sentando a mesa e almoçando(nunca gostei de almoçar,marido me obriga),quando almoço fico com uma sensação de preguiça,parece que estou enfastiada,não gosto.Mas marido me obriga,ele esta certo,mas e um sacrificio pra mim.Dai já viu,acabo beliscando uma bolachinha,um pão Sirio...Coisinhas que engordam muito mais.
Vou lendo o blog pra saber como se faz,eu ando meio afastada do blog,cansei....Eu acabo levando tanto tempo para retornar os comentarios que quando chego a visitar alguém,a pessoa já foi no meu blog 50 vezes...Assim fica chato,parece que não quero ir visitar a pessoa.Adoro ler os blogs,mas não sou capaz de cumprir isso como uma obrigação,nem tempo eu tenho.
Ando contente em visitar os blogs que adoro,as pessoas que mais gosto,com o tempo que tenho,sem culpa.
Beijinhos
Deusa
vasinhos coloridos

Chris Ferreira postou o comentário de número:

Ui, fiquei com vontade de chocolate só de ler... rsrsrsrs....
Beijos
Chris
http://inventandocomamamae.blogspot.com.br/

Luma Rosa postou o comentário de número:

Sonambula? Caraca!! Acho que deve colocar cadeados nas janelas e nunca dormir sozinha! Vamos ver como é essa dieta, porque depois do carnaval, tenho que retirar os excessos do final do ano. Pelo menos um detox! (rs*)
Aguardando...
Beijus,

Casa da Rê etc e tal... postou o comentário de número:

Odeio essa palavra: dieta, odeio não, pois odeio é uma palavra muito forte. Não gosto dessa palavras, pois parece uma coisa que vc é obrigado a fazer a vida toda, como uma obrigação mesmo. Gosto mais de reeducação alimentar, não que também não tenhamos que fazer a vida toda, mas depois de um tempo fica "normal" e não uma obrigação, ah, sei lá, dieta parece coisa de quem está doente.
bjs

Luciana. postou o comentário de número:

Parabéns amiga, tua determinação e consciência são o caminho para tua vitória! Fico feliz demais pela tua saúde.
Bjos, Lú.

Luciana. postou o comentário de número:

Parabéns por tua determinação e consciência. Fico feliz demais por tua saúde!!
Bjos, Lú.

Você co
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...