Considerações sobre a dieta

domingo, 10 de fevereiro de 2013

 

Achei necessário esclarecer alguns pontos sobre a dieta que estou fazendo. São muitas dúvidas e mitos  que merecem esclarecimento:

* Talvez esse seja o ponto mais importante de todos, não estou indicando a dieta para ninguém, apenas relato aqui meu processo porque algumas amigas pediram informações e esclarecimentos. Tanto é que, antes de falar sobre a dieta, contei toda a minha situação e porque optei por ela;

* Esse não é um blog de dieta e não pretendo que seja. As receitas que uso são de outros blogs que se propõem a isso. Mostro o prato que fiz e linko a receita, apenas isso;

* Não afirmo que a Nova Dieta Revolucionária do Dr. Atkins seja a salvação dos problemas do mundo, tão pouco quero sugestionar novos adeptos;

* A Reeducação alimentar foi, é e sempre será a melhor escolha. Digo mais, a Educação Alimentar, esta sim é a solução dos problemas. Devemos ensinar a comer bem desde pequenos, para que não seja necessário nos reeducarmos. Questão básica que envolve educação, família e um novo olhar sobre a prática do consumo;

* Dieta não é a mesma coisa que Reeducação Alimentar, portanto uma palavra não pode substituir a outra. Se o termo para alguns lembra doença, lembro que o grande mal que assola a contemporaneidade é a obesidade, uma doença! Todas as pessoas tem uma dieta, seja ela saudável ou não. Palavras ou o uso delas não amenizam e nem disfarçam as situações;

“Uma dieta é o conjunto das substâncias alimentares que constitui o comportamento nutricional dos seres vivos. O conceito provém do grego díaita, que significa “modo de vida”. A dieta é portanto um hábito e representa uma forma de viver.”
Leia mais:
Conceito de dieta - O que é, Definição e Significado http://conceito.de/dieta#ixzz2KWNgmmLg

 

* Não faço dieta por estética, faço por saúde, além disso, estou acompanhada por especialistas que controlam todos os passos. Isso é essencial. Nada de fazer dietas malucas e drásticas;

* Não sou adepta das proteínas, gosto de massas e coisas do tipo, mas, fora os 15 primeiros dias, a dieta é tranquila e se come muito bem. Para amenizar a falta de carboidratos, buscamos temperos, ervas e outros ingredientes que dão sabor novo aos alimentos;

* Vi uma nova leva de dietas, Dukan e outras tantas, nenhuma se adequava ao meu perfil e minhas necessidades. Não que não sejam boas e com ótimos resultados, porém com meu quadro clínico, não eram recomendadas. O importante é ter um profissional que te oriente sobre que caminho tomar;

* Muitas pessoas dizem ser difícil  fazer dietas por conta dos filhos e maridos que necessitam comer “normal”. Primeiro ponto, não faço nada que todos nós aqui de casa não possamos comer. Segundo ponto, comer com equilíbrio e de forma saudável é essencial a todos da casa. Terceiro ponto, não faço disso um sacrifício pessoal, envolvo todos. E por último, se percebo que o Filhote quer um carboidrato, faço um único alimento com carboidrato, como acompanhamento para ele, nunca como um prato principal;

* Sobre a dieta sobrecarregar alguns órgãos… Creio que um pouco disso vem da primeira versão da dieta e de como alguns médicos declararam guerra a mesma logo no seu lançamento. Eu, como diabética, tenho que ter maior cuidado com rins, pâncreas e fígado, dessa forma, creio que nenhum médico me indicaria se isso representasse um risco.

Aconselho esse blog, Dieta Low Carb e Paleolítica, do Dr.  José Carlos Souto,  médico da Santa Casa, de Porto Alegre, para maiores informações.

 

E para mostrar que não estou sofrendo e que, ao contrário do que se pensa, estou comendo bem, de forma saudável e em quantidades adequadas, meu almoço de hoje:

Salmão com mostarda zero, alcaparras e ervas, acompanhado de tomate uva, aspargo e molho de maracujá!

Salmão com mostarda zero, alcaparras e ervas, acompanhado de tomatinho, aspargos e molho de maracujá. (meu molho talhou, talvez por fazer com suco zero, enfim,  preciso melhorar minhas técnicas gastronômicas, mas o sabor estava divino)

 

Prato do Felipe, apenas salmão com sal e tomatinho. Para alguns pode parecer estranho… Ele, por opção própria, não gosta muito de carboidratos e leguminosas, quando se serve desses, é de apenas uma qualidade e em porções pequenas. Come bobagens como toda criança, porém isso é controlado de perto por nós e pelo médico.

foto

De sobremesa… Sim, a dieta tem sobremesa, pelo menos para quem está na segunda fase como nós!

foto (26)

Rocambole de cacau com geleia de morango. Tudo sem adição de açúcar, amido ou lactose. Carboidratos por conta do cacau (usado em porções pequenas) e do morango. Cerca de 5gr de CHO por fatia.

 

 

P.S. barraco¹: Não venham me falar de que devo fazer uma reeducação alimentar, porque serei obrigada a dizer para lerem os outros posts, onde falo que há quatro anos tenho uma dieta restritiva por conta do diabetes e que nesse período sempre me alimentei  de forma correta. Esta dieta é a única opção e última tentativa para recuperar meu fígado que está entrando em colapso. Nesse momento estou fazendo coração com as mãos para o anônimo que postou um comentário maldoso que não publiquei!

P.S. barraco ²: Engraçado que, uma parte considerável das pessoas que falam em reeducação alimentar,  usam medicamentos para moderar o apetite. Questão a ser analisada.

P.S. Declaração de amor às amigas: Obrigada por todo o incentivo e força, vocês são parte fundamental nessa minha caminhada!

9 comentários:

Fatima Guimaraes postou o comentário de número:

kkkkkkk...acho bom vc criar vergonha na cara e me ensinar logo a fazer esse rocambole...kkkkkkk...
To adorando seus posts amiga...um beijão e parabéns pela iniciativa de postar.

Creuza Moura postou o comentário de número:

Cissa minha linda, estou começando a achar sua dieta muito atraente. kkkk
embora não coma peixe, ficou muito bonito. o prato.
Aqui em casa filhote tem liberdade para escolher o que vai no prato, porque aprendeu desde muito cedo a comer de tudo. acredita que ele como jiló e eu não? kkk]
Estou na torcida para o seu figado ficar bom logo e a gente poder respirar mais aliviado.
um abraço

Andréia Vask postou o comentário de número:

Oi Cissa.
Adorei seus esclarecimentos, rss
Que bom que os outros na sua casa aderiram a nova alimentação.
Minha gatinha aqui , precisa de reeducação alimentar urgente, vou marcar um endocrino e uma nutri.
Bjs

Neli Rodrigues postou o comentário de número:

Cissa,acho o máximo vc ter encontrado uma opção que seja válida pra vc e sua família.
Espero mto que vc recupere seu fígado, sei bem das suas lutas nos últimos anos.
Bjs

Deusa postou o comentário de número:

MEUDEUSDOCÉU....Mas que coisa Cissa,mais explicado do que estava e impossivel,mais claro não pode ter ficado,eu não sei qual e o problema.
Estava claro que seria uma dieta que se adequava ao seu perfil,sua saúde,sua vida.Esta claro que você esta compartilhando com as suas amigas e leitoras o que esta acontecendo na sua vida,e pra mim que também acho que e a dieta ideal,esta explicadíssimo.
Eu acho esta dieta muito simples pra se fazer aqui em casa,porque eu não consigo fazer outras exatamente pelo ponto que você tocou,e dificil fazer almoço e tudo o mais separado,esta dieta agrada todo mundo aqui.Gostamos de comida leve,aqui não somos acostumados a fazer vários pratos,um só ja agrada.
Quanto aos anônimos....Por isso são anônimos,quem quer falar,ser ouvido e considerado tem que assinar e aparecer,não vejo motivo para esta especie de covardia...Bate e esconde.Eu tinha várias amigas anônimas que eu adorava e tive que desistir delas,porque as vezes e cruel de engolir os covardes que vem soltam o veneno e se escondem.
Vou passar meu email separado,mas não se preocupe eu estou seguindo o blog.
Bjs
Deusa
vasinhos coloridos

Palavras Vagabundas postou o comentário de número:

Adorei, dieta é uma coisa, reeducação alimentar é outra beeeem diferente, kkkk
O prato está lindo.
bjs
Jussara

Lílian Almeida postou o comentário de número:

Oi Cissa,
você tocou em muitos pontos importantes e primordiais, a educação alimentar, pois a obesidade ou o excesso na ingestão de alimentos tem se tornado muito preocupante.
Em 2010 fiz uma reeducação alimentar que deu super certo, emagreci 11 kilos sem remédio e ganhei em produtividade.Mas em 2012 fiquei em casa sem trabalhar e acabei voltando aos maus hábitos.
Estou novamente voltando mas está mais dificil, mas de uma coisa tenho certeza, meu organismo não suporta o excesso de comida que chamamos de fartura.
suas dicas são excelentes, que bom que você encontrou um equilibrio.
Beijo no ♥!!
Lilian – Blog:Duas Moças Prendadas!
casascoisaseoutros.blogspot.com.br/

Faniquito postou o comentário de número:

Não basta ficar magra q nem tu tá ficando ... mas ainda tem q ser generosa e repartir os segredinhos, só tu mesmo...bem Cissa !!! Reparte o q sabe !!!!

Beijinhos

Ana

Luciana. postou o comentário de número:

Estou amando ler e conhecer um pouquinho mais sobre tua dieta. Concordo contigo que devemos ensinar os pequenos a comer de fôrma saudável, pois assim levarão para vida toda.
Eu tenho muita coisa pra mudar em minha alimentação, sou uma formiga...
Bjos, Lú.

Você co
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...