Uma questão de amor incondicional

terça-feira, 22 de janeiro de 2013

 

Sempre falo do amor incondicional de mãe, porém cabe dizer aqui que o amor deles por nós é tão grande quanto e transpassam barreiras, quer ver?

Semana passada, passeando pelo face e vendo fotos alheias junto com o Felipe, me deparei com uma foto de uma “zinha” que o Mestre Branco e azul teve um rolo antes de nos conhecermos (percebam a seleção de palavras para dar pouca importância ao relacionamento)

Mostrei ao Felipe,  identifiquei quem era e o menino enlouqueceu.

“Não é possível” “O pai devia estar louco!” “Devia ser a única opção!”

Claro que eu, essa pessoa maravilhosa, sem ciúmes e rancores, pouco, ou quase nada, vingativa, adorei!

Percebi que a reação do meu pequeno foi em defesa da mãe, embora não tenha razão de ser (dada a insignificância do relacionamento, ops, fiz novamente), legítima e visceral.

Enfim, meu pequeno saiu em minha defesa e eu amei todo esse amor!

Esse episódio me fez querer resgatar algumas imagens de nossa parceria.

 

312677_4044760557428_984176967_n

Felipe,  com 3 meses, na hora do mama. Foi sempre assim, olhos nos olhos!

 

532593_4044769237645_1776114259_n

Aqui a mãe vencendo o medo d’água para acompanhar as aulas de natação do guri! Pura confiança de ambas as partes!

 

487078_4004148142143_78113443_n

Uma mais recente, Felipe,  com 7 anos, depois de uma apresentação na escola, onde ele pediu que a mãe não fizesse fiasco e a mãe não fez!

 

 

P.S.¹: Na gravidez, em busca do parto natural perfeito, coloquei o medo de lado e fui para hidroginástica. Não deu certo, depois de 6 horas que a bolsa estourou, sem nada de contração, optamos pela cesárea.

P.S.²: Fui para a aula de natação com o Felipe, munida de tudo o que uma mãe precisa, macaquinho, toca e sapatilha. Só depois é que vi que as outras mães usavam maiô e nenhuma delas usava sapatinhas! Ainda bem que ele é pequeno para recordar!

12 comentários:

Adriana postou o comentário de número:

KÁ, KÁ, KÁ... vc é demais de engraçada!!! amei o jeito que vc falou sobre o relacionamento insignificante!!!
O Felipe é um gatinho linnndo!!! Filhos sim são amores incondicionais, verdadeiros, e muuuito significantes!!!!
PS: Sapatilhas na natação??? Um luuuxo!!!

bjsssssssss

Luci Hora postou o comentário de número:

Que lindo, Cissa!! E que esse amor cresça cada vez mais!!! Amor de mãe e amor de filho realmente é incondicional!!!

Tatiane Rosa Domingues postou o comentário de número:

Natação de sapatilhas... Você deve rir até hoje. Kkkk

Bj tati, amigosdefraldas.blogspot.com

Cris - Estúdio Brigit postou o comentário de número:

huahuhauahuahuauahhau!! Cissa, adorei o post!

Que sapatinhas eram essas? Dentro da piscina?

Ah, já to te vendo aí, toda toda pq o Felipe te defendeu da baranga, ops, digo, da outra lá!

Muito bom, né? Tem coisas que a gente lembra pra vida toda, e outras que nos enchem de orgulho, só os filhotes conseguem isso!

Beijos!

Francine Borges - Ana Carolina Borges postou o comentário de número:

Eles são uma bençãode Deus né...parabéns pelo filhote...boa terça...beijinho

Francine

Adelaide Araçai postou o comentário de número:

Que lindo!
Coitada da minha filha pois nas nossas aulas de natação (ela com 8 anos) eu usei maiô, toca, óculos, pranchinha, coletinho e boia de braços e ela só com o maiô e pranchinha....kkk
Demorei 2 meses para retirar as boias de braço e só depois o coletinho...a pranchinha eu preciso até hoje...kkk

Adorei seu post me fez recordar também...rsrs

Abraços

chinanaminhavida.com postou o comentário de número:

Menina, o Felipe já nasceu pronto... não mudou as feições em nada... o mesmo olhar travesso. =]
Mas fica tranquila que vai ter a hora que ele vai falar que vc não sabe de nada, é velha e/ou já passou da idade...hehehe
Mas o que consola, é que depois de algumas investigações a gente descobre que é só para provocar, pq para as pessoas, fora de casa, ai que alguém se meta a falar mal da mãe! hehe...
Ser mãe é sorrir em parafuso...rs
beijo

Marion postou o comentário de número:

Ah, que lindo post! É muito bom sentir essa defesa em relação a gente, né? E a torcida pra ver a gente crescendo... Eu estava em dúvida em aceitar um convite para atuar numa atividade no exterior...foi a Kerstin que garantiu q eu aceitasse sem titubear. "Mãe, tu nem és louca em perder essa oportunidade! Corre que dá tudo certo (meu passaporte estava vencido!)", disse ela. Fofos, né?

Palavras Vagabundas postou o comentário de número:

Felipe é sempre ótimo! Amor entre mãe e filhos é incondicional.
bjs
Jussara

Carla Patrícia de Morais postou o comentário de número:

Post lindo!! Aliás, nessa minha "fuçação" nos blogs dazamiga, só o que faço é chorar de emoção hoje!! Já fui na Fernanda Reali e me acabei!!! Beijos! Filipe é um amor de filho!!! Ele tem um amor de mãe! http://pathyarteira.blogspot.com

Lílian Almeida postou o comentário de número:

Ai Cissa, vc. me mata de rir,mas que delícia esse partidarismo do Felipe, tem que ser por aí mesmo!
amei as fotos...
Tenha uma sexta feira de paz !
Lílian -Blog:”Duas Moças Prendadas!”

Pepa postou o comentário de número:

rsrs, melhor coisa do mundo ter essa defesa né ?
Tipo uma cumplicidade !!!

Ah, maio e sapatilhas Cissa, ainda bem que ele não viu, rsrs ia ser um fiasco !!!

Bjus 1000 gatona !!

Você co
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...