Notre Historie (scritto da lui)

quarta-feira, 23 de março de 2011



Não consigo lembrar como estava o tempo, ou tão pouco se era de manhã ou  a tarde. Parece estranho, mas também não lembro o que estava fazendo e nem onde!

Mas as lembranças que tenho são bem vivas deste dia em particular, pois parte dele continua acontecendo todos os dias.


Naqueles tempos (me ocorreu iniciar assim, coisa tipo 'evangelho' no domingo) estávamos na vida acadêmica, na baixa vida digo, fazendo a graduação em Porto Alegre.

As coisas eram assim: tinha companhias esquisitas e agradáveis - pessoas tranqüilas,  com discursos longos e interessantes. As idades não importavam, tampouco o passado de cada um, só o de todo o mundo!

A música fazia sentido! A cerveja parecia fazer parte da conversa e não uma desculpa para bebê-la!

A política oficial e livre estava de volta. A democracia renascia (através das eleições), alguns partidos políticos estavam acordando e outros fingindo que foram dormir...

Bons tempos... O fantasma que rondava a antiga Europa parecia que vinha assombrar o solo brasileiro.  'Bons tempos?' Não sei. Mas vivê-los foi muito bom!

Trabalhava fazendo coisas... Coisas como serigrafia, vendas e representações, algo que pagasse o que tinha vergonha de pedir para os pais (cerveja, cigarro, festa, etc.)

Foi neste período de minha vida que conheci a minha vida, de diversas maneiras, o mundo real como pensava e as pessoas que  povoariam minha existência, estando elas presentes ou não, grande parte de mim aconteceu ali. Tornei-me um pouco de tudo, de meus amigos, de meus professores, dos livros, das discussões, das viagens e das intermináveis leituras que fazia e que me davam mais prazer às vezes do que a realidade presente.

Ia esquecendo! Quando me inscrevi neste vestibular, neste curso e nesta faculdade, foi por puro descuido, jamais pensei em ser o que sou hoje: professor! Mas demorou apenas alguns segundos lá e descobri que não poderia fazer outra coisa.

Conta a 'lenda' que conheci minha esposa algum tempo antes do que me lembro, mas como ela insiste nisso... Então deve ser verdade!

Teria estudado na mesma sala de aula que ela? Teria discutido alguma vez algo com ela? Bom vocês sabem,  a rotina numa vida assim é bem cheia de episódios, um agradáveis, outros constrangedores,  alguns detestáveis ou deploráveis e outras parte, apenas lembraremos quando abrirem a 'caixa preta', que está perdida em algum lugar, em algum tempo e, espero, livre das mãos de quem quer que seja!

Mas vamos ao que lembro (que talvez não seja o que realmente aconteceu, mas é simplesmente o que lembro que aconteceu)!

É bem possível, não tenho certeza, que estávamos num momento de intervalo, entre fazer o que se devia fazer, ou continuar fazendo nada... Mas a informação era de que uma colega da faculdade esteve doente e regressara ao seio familiar, onde se recuperava e, logicamente,  a idéia de visitá-la parecia normal e até mesmo natural. Confesso que não me lembrava de quem se tratava, mas devido à insistência do amigo/colega/parceiro/companheiro,  Negrão (E. S. P. M. - era 'de menor' naqueles tempos) parecia que devia me lembrar de quem se tratava. Fomos!

Antes de descrever o encontro, gostaria de retratar, ou ilustrar a situação, pois decorre daí uma série de episódios de nossa vida!

Eu apenas me vestia! Nunca fui vaidoso, ou dado a comportamentos sociais altruístas, onde se devem ter alguns cuidados com roupa ou aparência!

O bairro, ou condomínio, ou ainda a comunidade onde me encontrava ficava perto da faculdade (talvez estivéssemos na faculdade naquele dia) e quase tenho certeza que fomos de ônibus e descemos na parada (ponto) errada e tenho certeza que erramos de bloco/prédio algumas vezes!


Estava lá eu, de bermudas poídas e rasgadas, uma camiseta não muito esticadinha (sem passar e velha) e de barba por fazer (cinco ou seis semanas), fora estar com a cabeça raspada e com os tênis sujos (não lavo os tênis!), e acredito que 'olfativamente' deveria cheirar a um cinzeiro de mesa de pôquer ao lado de uma jarra com resto de cerveja quente.

Melhor do que isso, toda a família dela estava em casa, e a casa (apartamento) era pequeno e podemos afirmar que a palavra aconchegante significa que ficamos todos muito próximos...

Lembro... A porta de metal escura foi aberta, ao fundo, ao lado de um sofá, que juro, devia ser verde escuro e depois descobri que não era, estava à guria mais encantadora que eu já tinha visto!
Longos cabelos negros, um sorriso que coloriu e reformou toda a vizinhança. Vestia um moletom branco (que ela jura não ter usado naquele dia)... Acho que estava descalça.

Pela primeira vez na vida pensei se estava bem vestido e se estava cheirando agradavelmente...
Creio que foi também a primeira vez que fiquei alguns minutos sem ouvir nada, ou ainda, perceber se havia algo ao redor... Eu a via.

Naquela noite, não sei o que sonhei, mas se pudesse escolher, teria sido com ela! No sonho teria tido a coragem de falar com ela, de tocá-la, poderia ter sentido seu cheiro de novo! Sei que hoje em dia acordo bem, porque sonho ainda com isso, e como sempre, nem sempre, consigo fazê-la rir de novo!

Não sei ou lembro para onde fui quando saímos dali, sei aonde cheguei porque estive lá!

Te amo!

Mil beijos!

Teu Tiago Branco


P.S.: Feliz Aniversário de Casamento!

35 comentários:

Paula... postou o comentário de número:

Ah!!! Que coisa linda!
Homens sao TÃO desligados de tudo!!! Quase todos iguais...rs. Mas o principal ele nao se desligou, e veio a amar profundamente.

Parabéns Cintia! Parabéns Tiago! Que seja SEMPRE assim...'históricamente' especial.
PARABÉNS!!!
Abraço apertado!!

Taia Assunção postou o comentário de número:

Amei o que ambos escreveram. Fofos! Parabéns pelo aniversário de casamento, ter um encontro desses na vida é algo realmente encantador. Beijocas no trio.

Minha Mãe Sabia... postou o comentário de número:

Mas olha meu velho(intima que só eu)MATOUUUU A PAU!!, adorei o momento descalças, é a cara da Cintia...PARABENS, que tudo continue assim...um sonho que se realiza a cada dia...

Fer

Neli Rodrigues postou o comentário de número:

Cintia e Tiago, li hj as duas histórias, que jeito lindo vcs tiveram prá contar como se conheceram. Como vcs escrevem bem...Mto lindo tudo o que foi contado, como a visão do homem e da mulher são beeeem diferentes. Cintia acho seu blog todo criativo e mais uma vez vc me surpreendeu.
Parabéns aos dois, sejam sempre felizes.
Bjs♥

Sonhos De Deus postou o comentário de número:

Amiga muito lindo vcs ,papai to céu ilumine com toda sorte de benção tua vida cada dia mais,muita paz muita luz pr vcs uma linda semana bjks!!!

Telma Maciel postou o comentário de número:

Que lindo!!! Parabéns pelo aniversário!
Sabe... tenho certeza de que o marido aqui contaria melhor a nossa história do que eu, pq ele sentiu algo antes de mim, então... ele lembra melhor dos detalhes! rs
Adorei a história (mesmo que não tenha sido exatamente assim rs)

Fernanda postou o comentário de número:

Hummm Cíntia querida... seu principe professor descreveu muito bem o episódio, adorei... foi lindo...
E como o "Zero HOra" agora conhecemos os dois lados da moeda...rsrsrs
beijos...
Parabéns!

Fernanda

Giuliana: postou o comentário de número:

Parabéns pelo aniversário de casamento! ;oD

Essa carta foi uma das mais bonitas que já li. Amo romances, e lê-la fez só aumentar esse meu gosto, e ainda coloriu meu dia.

Beijos

GIL postou o comentário de número:

Cintia, recebí a foto de Thiago, deu certo, agora vou fazer algo beeem especial.....bjks....Gil

Priscyla Rodrigues postou o comentário de número:

Que lindooo!!!!

Parabéns pelo niver de casamento!!!!

Bjoks procês

Palavras Vagabundas postou o comentário de número:

Toda história tem pelo menos dois lados, o bom é ter chegado ao final feliz!
Feliz aniversário de casamento!
bjs
Jussara

Deusa postou o comentário de número:

Mas que lindooo.....mas porque raios eu estou chorando....kkkkkk....comecei bem...ri demais com o jeito do marido falar...kkkkkk...mas foi ficando emocionante demais...que saco....ando mesmo uma manteiga.
Já dei cinco gritos no meu maridinho....ele veio correndo pensando que o mundo tinha acabado,mas eu queria que ele sentasse aqui e escrevesse algo no meu Blog também.....Cinthia eu juro...ele escreveu...TÔ COM FOME,O QUE TEM PARA O JANTAR......KKKKKKKKKK...depois de apanhar com o rolo de macarrão e levar mil beijinhos,ele foi obrigado a sentar novamente....e escreveu....EU TE AMO...AGORA POSSO JANTAR?.
Greve...aqui em casa ta tudo de greve...hã.Agora ai...se fosse você sorria mais...esse homen merece...rsrsrsrs(quando não merecer...TACA O ROLO DE MACARRÃO NELE delicadamente táaa....rsrsrsrs.
Deusa
vasinhos coloridos

calma que estou com pressa postou o comentário de número:

MESTRE -
arrasou - com uma declaração bem humorada , o fz de conta que não está nem aí - e a cintia toda apaixonada - ah tu descobriu tdo.. a mulherada adora homens assim.. esta tua frase -
Naõ sei ou lembro para onde fui quando saímos dali, sei aonde cheguei porque estive la!
uau Cintia - tu laçou o pelego mesmo
bj(pode)
lu

Maria Lúcia - Asas da Imaginação postou o comentário de número:

Que lindo, Cíntia e Tiago!
Estou emocionada! Parabéns e que Deus continue abençoando a aliança de vocês!
Beijos.

Ni postou o comentário de número:

Depois que parar de chorar eu comento (chuif)
Me emociono demais com essas coisas
Parabéns pelo,lindo amor de vocês!

Ni postou o comentário de número:

Depois que parar de chorar eu comento (chuif)
Me emociono demais com essas coisas
Parabéns pelo,lindo amor de vocês!

MARCELA SONHADORA postou o comentário de número:

Nossa...raridade um amor como esse nos dias de hoje, sou também feliz com meu amado mas estamos cercados de pessoas que estão separando por motivos fúteis e sem tentar a todo custo passar pelas dificuldades e permanecer juntos, penso sim que amor e determinação igual a nossa em prosseguir ...é ...raridade, PARABÉNS...

Carla postou o comentário de número:

Olá minha querida Cintia,
Amei, muito fofo a sua parte e a dele, amei de paixão.
É muito bom podermos viver uma linda história de amor e poder recordar e ter lembranças para reviver e passar para nossos filhos.
Feliz Aniversário de Casamento, muitas felicidades e muitas histórias para contar.
Beijinhos,
Carla

Alexandre Mauj Imamura Gonzalez postou o comentário de número:

li ambos os posts, achei muito legal a maneira q vcs encontraram de celebrar esse amor mto especial aqui no blog! vcs se merecem, ambos são pessoas incríveis.
felicidades SEMPRE pra vcs!

Silvia Mingardi postou o comentário de número:

Bom dia... o amor esta no ar... muito legal cada um contar sua versão... parabéns pelo aniversário de casamento... e essa frase fala fundo ao coração...
Tenha um bom dia...
Beijos!!!

Viviane postou o comentário de número:

Oi Cintia e Mestre Branco,
muito legal ler as duas versões do encontro de vocês. Parabéns pelo aníver de casamento!
Beijos!!!

Adri's Artes postou o comentário de número:

Parabéns aos Dois!!!

Cintia ... a encomenda já saiu pra entrega!!!! Mil beijos com carinho!

Elaine Canha postou o comentário de número:

Oi Cintia e Mestre

Me emocionaram viu! Que Deus abençoe vocês e que possam dia após dia fazer o amor frutificar com o seu testemunho.

Falei coisa com coisa né? mas estou sem palavras rsrs

Beijos

Elaine Canha postou o comentário de número:

Oi Cintia e Mestre

Me emocionaram viu! Que Deus abençoe vocês e que possam dia após dia fazer o amor frutificar com o seu testemunho.

Não falei coisa com coisa né? mas estou sem palavras rsrs

Beijos

Bárbara Rezende postou o comentário de número:

OI MEUS LINDOS...

TEM UM TEMPINHO QUE NÃO PASSO POR AQUI, MAS É POR FALTA DE TEMPO, MAS TENHO VOCÊS NO MEU CORAÇÃO!!! ADOREI AS MENSAGENS... VOCÊS REALMENTE SE MERECEM...

QUE PAPAI DO CÉU CONSERVE ESSA UNIÃO!!!

BJKSSSSSSSSSSSSSSSSSSSS

Ana Paula Santiago (inventandocasa.blogspot.com) postou o comentário de número:

Cintia, O meu Guilherme e o seu filho com dna alien cairam no mesmo grupo da ciranda de literatura infantil, vc viu?

Fernanda de Oliveira postou o comentário de número:

Alguém já falou que vcs poderiam ser escritores profissionais???

Caraca, forma maravilhosa de escrever!

Parabéns pelo aniversário de casamento!

Beijoca ♥

meu cachixo!!Recomeçar sempre postou o comentário de número:

Guria outro escritor dos pampas!!!lindo,emocionante sem ser piegas!!!!Que DEUS abençoe esse lindo amor....que sejam exemplo para tanta desamor......bjjjsss Mara

Fer postou o comentário de número:

Que coisa romântica, amiga!!!
parabéns pelo aniversário de casamento!!
Bjocas

Dona Amélia postou o comentário de número:

Ô môpai!! Que coisa mais linda!!!
belíssimo presente de casamento, mas o mais lindo e verdadeiro é esse amor quente e novo em cada letrinha! ;oD

Xerinhos
Paty

MundomágicodaPri postou o comentário de número:

Cy, foi que comentei antes, desculep não percebi que estava logada com a conta do marido.
Adorei mesmo a narrativa do Mestre Azul e Branco.
Beijocas
pri

Anita postou o comentário de número:

Cintia que lindoooooooooooooooo. O amor é lindo, "sunbodylove", Agora sério, isso é que é história de amor, o resto é brincadeira. Parabéns a vocês, que façam mtos e mtos anos de casamento com esse amor ainda aceso, bjs.

Zuleide Felisberto postou o comentário de número:

muito lindo Cintia! homens não gostam muito de falar de seus sentimentos, ele foi bem convincente! parabéns pelo belo casal!

Fabiana Tardochi postou o comentário de número:

FAlei que não ia comentar rsss, só no último post, mas é irresistível!!!
Vale parabéns atrasado??? Como é de coração desejo que vcs continuem se amando muito!!! Linda história e linda declaração de amor. Parabéns!!!
Bjs

Nathália (Ná) postou o comentário de número:

Cintia fiquei aqui suspirando. Lindo o que ambos escreveram. BJS!

Você co
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...