Será que sou uma mãe fiasquenta?!

sexta-feira, 10 de dezembro de 2010



A pergunta é retórica. Não precisa de respostas.

Mas andei pensando até que ponto posso ser considerada uma mãe barraqueira.

Claro que não sou, em absoluto! Apenas a vida me presenteia com situações inusitadas que pedem reações rápidas e, às vezes, exageradas...

Está certo que na primeira apresentação de judô do Filho com DNA Alienígena eu queria invadir o tatame, mas, olhe bem, ele só tinha 3 anos, é claro que precisava de mim.

É óbvio  que fico orgulhosa com cada coisa que ele faz, fico com os olhos cheios d'água e com a voz embargada com cada descoberta, mas qual mãe não fica?!

E, sinceramente, não entendo porque alguns acham exageradas essas demonstrações de amor.


Uma vez, Mestre Branco e azul, em suas divagações, disse que se Filho com DNA Alienígena fosse disputar uma olimpíada, seria fácil reconhecer quem eram seus pais na arquibancada: o pai seria aquele que não para de chorar e a mãe aquela louca que grita e pula compulsivamente e que passou o tempo todo da disputa xingando os adversários.

Pura maldade dele!

Mas porque toquei nesse assunto agora?

É que, semana passada, foi a apresentação de final de ano na escola do Filho com DNA Alienígena e depois do espetáculo onde ele era um coelho e tinha a primeira fala (motivo de orgulho e várias comemorações aqui em casa, da minha parte é claro) ele veio até nós e travamos o seguinte discurso:

- Filho como você estava lindo, fantástico, fiquei emocionada, quase morri...

- Eu sei mãe, eu sabia que você gostou, eu ouvi seus gritos quando cheguei no palco...


Gente, eu juro que não gritei! Será que já traumatizei o menino a esse ponto?!

Será que sou uma mãe fiasquenta???

















Mas fala sério, eu tenho motivos para gritar, não tenho?!



P.S.¹: Tudo bem, posso ser fiasquenta, mas não sou eu quem imagina o filho participando de uma olimpíada.



31 comentários:

Fernanda Bahiense postou o comentário de número:

Olá Cintia!!

Só tenho uma coisa a dizer:

Sou igualzinha!!!!!!!!!!!!!!!! kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk


Beijos,

Alexandre Mauj Imamura Gonzalez postou o comentário de número:

ahahahah mas vc tá é certa! tem mesmo é que vibrar pelo filhão.

e toda criança fica esperando a mãe fazer um escândalo...se não fizer, ficam tristes, é ou não é?
eles falam que não gostam, que pagaram mico. mas ficam por dentro todos contentes e orgulhosos de si.

vc é uma mãe fantástica, isso sim
bjs

Neli Rodrigues postou o comentário de número:

Eu não sou mãe fiasquenta, pois tenho trauma disso, já que a minha mãe era assim e eu não sabia onde enfiar a cara,rsrs. Então eu me controlo bem, mas nessas apresentações de fim de ano na escola tb tô sempre c/ os olhos cheio d'água. Teve um ano que tocaram uma música com a Turma da Mônica que tocava na TV qdo eu era criança...nossa, quase não consegui me controlar.
E nas reuniões de pais, qdo pego o boletim e vejo no gráfico que a nota dele é acima da média da classe, saio de lá me achando,rsrs.
Mas a gente tem que curtir MESMO!
Ah! eu tb imagino meus filhos nas Olímpiadas e eu lá junto, blogando sobre o dia a dia deles,kkkk.
Bjs♥

Cantinho da Cê postou o comentário de número:

Você tem todos os motivos do mundo para se orgulhar deste coelhinho sem dentes...rsrsrs

Passei aqui para te avisar que tem sorteio lá no meu blog, passa lá para concorrer tá?

Beijos,

Michelle postou o comentário de número:

Minha família toda é assim, tem uma foto minha na primeira sérias, recebendo a primeira cartilha, com o dedinho apontado pra minha mãe, dizendo, não vai chorar, hein!!! Eu lembro desse dia até hj!!!

Acho que mãe tem perdão, né?!?!?

Mas e tia, hein!?!?!? Eu choro em todas as apresentações da minha sobrinha, choro nos aniversários, choro qdo começam a andar, choro se ficam doentes, depois choro de novo qdo saram!!! Inclusive estou agora com os olhos marejados pensando nas duas princesas!!! Fico imaginando o que vai ser de mim qdo tiver um filho!!!

Mas acho que é amor demais que transborda!!!

Beijos!!!

P.S - Coelho lindo, hein!!! Merece mto grito e aplauso!!!

Nathália (Ná) postou o comentário de número:

Cintia ele está lindo de coelho, estou aqui babando.O melhor foi a resposta que ele te deu....rsrsrsr. Menina agora tô aqui imaginando se sou uma mãe fiasquenta também, gente agora tô aqui tentando lembrar todas as vezes que gritei e pulei também. Acho que mãe é tudo igual viu, somos fiasquentas mesmooooo.

BJS!

Anita postou o comentário de número:

Cintia e que mãe não ficaria orgulhosa e eufórica com um coelhinho fofo desse no palco? Eu tbem nos jogos que meus filhos participavam e nas apresentações de escola quase me jogava no palco, rs. Só quem tem é que entende esse amor. Ame mesmo, grite mesmo q não vai deixar trauma nenhum, ele vai crescer se sentindo amado e é isso que vai valer. Bjs.

Edlena Franklin postou o comentário de número:

Fiasquenta nada, uma mãezona, isso sim! Uma coelho fofo assim merece todas os pulinhos e gritinhos de orgulho que tem direito... Nas olimpíadas, compre logo um megafone para exteriorizar seu amor em alta frequência, rs.
Adoro seus comentários, apareça sempre que puder!
Beijos

Brigit Candles postou o comentário de número:

Oi, Cíntia! DE vez em quando venho à net, apesar do tempo curto e passei aqui. Mas É CLARO que vc tem todos os motivos do mundo pra gritar!!!!!
QUE COELHO MAIS LINDOOOOOO!!!!!!!!!!
Vc tem todo direito de se emocionar, berrar, xingar, chorar, tirar fotos, fazer pose, tudooo!!!=))))
Mais uma vez parabéns pela família linda que vc conquistou, que mereceu ter!!!
Beijos!

Sandra =^.^= postou o comentário de número:

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
Tadim dessa criança!
Mas eu te entendo. Qdo a filha aborrescente era pequena (era um amor de menina, muito educada, hoje....ai Jisuis) e tinha essas apresentações, ela já me avisava antes: Mãe, disfarça e engole o choro.
Mas não adiantava, eu desidratava de tanto chorar. E na hora da foto...que beleza. O nariz do Bozo pedia p/ o meu.
Bjos Cintia e ótimo fim de semana pra ti.

Palavras Vagabundas postou o comentário de número:

Cintia, toda mãe faz isso. Quer se consolar, minha filha escreve sobre teatro e ao ver uma peça esse ano com Paulo Vilhena e direção de Evandro Mesquita, a mãe de um dos atores passou o tempo inteiro elogiando o filho em cena aberta. E o filhinho tem 25 anos!
Mãe é mãe!
bjs carinhosos
Jussara

Helena Garcia postou o comentário de número:

Oieeeeeeeee, minha amiga querida!!!

Vc pode e deveeeeee ser uma mãe fiasquenta, que grita e pula....seu filhote é lindoooooo, Cíntia e se a gente njão aproveitar esta idade linda em que a gente pode pular, gritar e se descabelar que eles adoram....depois é que não dá mais...trsrsrsrs...aqui em casa os " barbados" já não permitem mais meus afoitos delírios de mãe coruja!!! Aproveita e grita mesmooooo!!

Um beijão e um ótimo fim de semana!
Helena
http://diaadiacorridinho.blogspot.com

Priscila postou o comentário de número:

Mãe é assim mesmo. Vai lá e comemora, afinal é seu filhote, e toda mãe deve mesmo lamber a cria. ainda mais um coelho tão lindinho desses....
Bjks

Adri's Artes postou o comentário de número:

Ola!!! Eu vou dizer ... eu posso não gritar... mas nem preciso gritar pois a minha cara sempre grita por mim...Além de que se o filho canta eu choro, se me dá um presente eu choro, se aprende uma coisa nova eu choro tbm! Enfim eu tbm sou uma mãe Fiasquenta.... !!! Se meu filho fosse na olimpiada...nem sei o que me aconteceria!Mil beijos e um otimo final de semana!

Tati Pastorello postou o comentário de número:

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
Ah, Cintia, fala sério... Tem mais é que enlouquecer mesmo! E que delícia de coelho. Acho que melhor assim do que indiferente, tenho certeza que ele concordará (mesmo que depois de anos de terapia... kkkkk)
Já estou imaginando vocês na Globo. E o Globo reporter especial: É possível resistir aos apelos emocionais dos filhos? E quem grita mais, o homem ou a mulher? kkkkk
Hoje é a formatura do meu, estou que não me aguento de orgulho! Ele concluiu a Educação Infantil, é quase um catedrático! Após a festa da escola sairemos para jantar, no restaurante favorito dele, merece, não é? kkkkk
Beijos.

yanne passos postou o comentário de número:

OI CINTIA.

Quase racho de tanto rir das histórias contadas porn ti, muito legal esse seu cantinho.
A minha filha, ainda hoje, com 14 anos, pede pra pelo amor de Deus eu me controlar e não gritar 'linda', maravilhosa, durante as apresentações dela de ballet. Eu até controlo os gritos mas as lágrimas, é ruim. E não tem coisa mais lionda do que essas apresentações no colégio, parabéns pelo seu menino.
Beijos e ótimo fim se semana;

yanne passos postou o comentário de número:

OI CINTIA.

Quase racho de tanto rir das histórias contadas porn ti, muito legal esse seu cantinho.
A minha filha, ainda hoje, com 14 anos, pede pra pelo amor de Deus eu me controlar e não gritar 'linda', maravilhosa, durante as apresentações dela de ballet. Eu até controlo os gritos mas as lágrimas, é ruim. E não tem coisa mais lionda do que essas apresentações no colégio, parabéns pelo seu menino.
Beijos e ótimo fim se semana;

Lena postou o comentário de número:

Nossa amiga, viajei no tempo agora.Como é bom esse tempo dos filhos pequenos, dos teatrinhos na escola,meu Deus como eu chorava de emoção!!! rsrsrs, mas posso te afirmar uma coisa, eles vão crescer e nós vamos continuar do msm jeitinho, dando gritinhos ou chorando muuuuito!! Isso é AMOR!!!
bjão!!!
Lena
Arte Pura
Cbá
(apareça!!)

Fernanda Fernandes postou o comentário de número:

OLá querida a dias estou para deixar um recadinho mas estou numa correria danada...me perdoa!!
que pena que não ganhei os cajus...mas fico contente pelas que ganharam...todas mereciam né??

Olha tbém fui e sou maêzona adoro e não entrego o cargo de jeito nenhum!!!

beijos!!!

Bárbara Rezende postou o comentário de número:

QUE COELHO MAIS LINDOOOOOOOOOOOOOOOO IMAGINE ISSO AOS BERROS.. TODA MÃE TEM O DIREITO DE GRITAR, PULAR, FICAR NA PONTINHA DO PÉ PARA VER SUA CRIA E AI QUEM DIGA QUE NÃO!!!

BJKSSSSSSSSSSSSSSSSSSSS

Provance Home Banho postou o comentário de número:

Amiga,
Vou te falar , teu filho é sim um fofo , criança muito amada pelos "papis" ,na vida , devemos dizer aos nossos amados tudo aquilo que sentimos , pq a vida é muito curta , e " curta "seu filho , pq ele terá muito mais chance de ser feliz..
Bjsssssssssssssss

Deusa postou o comentário de número:

Haraaaa...então e este o teu rosto sua lindaaaa...eu não mostro muito o meu porque sou propensa a ataques de pânico e comvulsite aguda de medo de ser reconhecida na rua...rsrsrs...ainda mais eu que falo tanto bobagem...já pensou?,agora você lindinha...não entendo.Se você e ou não,não sei,mas eu sou...eu grito,eu choro...e um desespero...e dai...alegria e pra ser algo contagiante,natural.
Bjs
Deusa
vasinhos coloridos
Obs:Sobre os perfumes que tenho,meu marido sempre me tras,enho vários na caixa ainda fechados,o problema e que tenho o mesmo problema que você,se o perfume for doce,como e o Channel(nunca uso)eu fico enjoada,então eu sempre peço pra o meu marido trazer Gabriela Sabatine ou Dolce e Gabbana...ou compro da Natura ou Boticario aqueles mais amadeirados.
Bjs
Deusa

Dona Amélia postou o comentário de número:

kkkkk frô, se tu gritou tava no seu direito, viu!! hahaha
Ele estava uma belezura!! rs

Xerinhos
Paty

Silvia Mingardi postou o comentário de número:

Olá Cíntia... seu filhote tá uma fofura de coelhinho, toda Mãe tem o maior orgulho de ver o filho nessas apresentações... eu acho que eles gostam de ver nossa alegria... Eu me controlo pra não gritar mais fico toda emocionada... uma vez minha filha tinha apenas 7 anos e apresentou as homenagens as mães eu estava gravando... pensa numa imagem tremida pois tremia de emoção vendo ela toda toda no anfiteatro da escola...
Momentos felizes que devemos guardar pra sempre... pois não voltam mais...
Um lindo final de semana a você e sua família...
Beijos!!!

Rosana Remor postou o comentário de número:

como vai vc minha linda??Tô contigo,também grito muito quando meus filhos se apresentam A pequena faz aula de teatro e o mocinho é atleta da natação.Grito, aplaudo, choro!!Viva as mamães corujas!!E este seu garoto é um fofo!!Grita mesmo!!Bjs!!

Ana Paula Santiago (inventandocasa.blogspot.com) postou o comentário de número:

Oi Cintia!
Saudade de passar aqui!
Sou mãe fiasquenta tb, fico pulando e torcendo muito e tb já quase invandi o tatame!
Mas como não ser assim, não é mesmo!
Olha, tem sorteio rolando lá no meu blog, vai lá participar!
Vc viu o post da Elaine sobre blogs que estão sendo excluídos?
Ela ensina como salvar uma cópia do blog, muito útil, vai lá ver e fazer no seu tb!
Bjs

Edlena Franklin postou o comentário de número:

Eita nós, Cíntia! A tequila será então nosso elemento agregador? Fora os colírio, claro, rs. Por sinal que estamos em falta com eles... Precisamos reparar isso!
Besos

Adriana postou o comentário de número:

Sei mto bem o que é isso, pois minha filha tbém se apresentou ( pela primeira com um teatro) na escola (por coincidência, foi coelho..). Adivinha qual foi a primeira mãe a correr pra fotografar??? As outras ne seguiram... e eu gritava: linda da mãe, eu te amo!!!!
Jesus, meu marido quase se separou da escandalosa!!!

Seu filhote é "coise mais fofys " desse mundo!!!

Beijão pra ele, beijão pra mãe tudibom!!!

Fernanda Reali postou o comentário de número:

que lindo coelhinho!

O Guga foi o narrador de A Maior flor do mundo, sendo Saramago, e eu nem tchum. Fiz fotos, assisti e saí, hehe. Acho tudo meio entediante, te juro! Já sei que vão me crucificar pelo comentário, mas eu gosto de ver e fico orgulhosa, só não sei demonstrar.

http://claudiaaoextremo.blogspot.com/ postou o comentário de número:

Mãe é tudo igual mesmo kkkkk
Eu fui uma borboleta azul numa peça do prezinho
Acho que isso naum me fez muito bem...rsrs

Você co
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...