Reencontro

sábado, 17 de abril de 2010




"Cada um que passa em nossa vida passa sozinho, pois cada pessoa é única e nenhuma substitui a outra. Cada um que passa em nossa vida passa sozinho, mas não vai só, nem nos deixa só, leva um pouco de nós mesmos, deixa um pouco de si mesmo. Há os que levaram muito, mas não há os que não levaram nada. Esta é a maior responsabilidade de nossas vidas e a prova evidente de que duas almas não se encontram por acaso."
Saint Exupéry


Você já parou para pensar em quantas pessoas perdemos pelo caminho? Não digo perdas definitivas, mas perdas circunstanciais.

Aquelas pessoas que durante um tempo foram importantes em nossa vida e de repente, sem qualquer motivo,  o destino afasta do nosso cotidiano.

As desculpas são as mais diversas,  e num desses  sábados da vida,  me peguei usando várias delas para justificar a ausência, em minha vida,  de pessoas tão significativas.

Ainda bem que existem os reencontros! Ainda bem que existem amigas que proporcionam esses momentos. Obrigada Sara e Rose. Encontrei pessoas muito especiais no aniversário dos meninos.


Cintia Branco


1 comentários:

Drinha... postou o comentário de número:

Lendo este post lembrei das minhas amigas da época da escola... saudades delas!!!!

Você co
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...